As prestadoras de serviços que lidam com um grande número de clientes, como administradoras de condomínios, devem se apressar para se adequar à nova legislação da LGPD.

A regulamentação da LGPD prevê uma série de normas e princípios que devem ser observadas pelos setores privados e público, que trabalham com dados pessoais ou dados sensíveis. Assim como qualquer empresa as administradoras de condomínios também devem buscar modelos de atuação mais seguros e inteligentes, para proteger seus clientes contra possíveis roubos ou vazamentos de dados.

Administradoras, aplicativos, empresas de portaria remota, terceirizadoras de mão de obra, entre outras devem, sim, se adequar aos ditames da lei, e devem fazê-lo com atenção, pois as multas podem ser bastante altas: variam de advertências simples a multas de 2% do faturamento do grupo da empresa até R$ 50 milhões por infração.

Pode até parecer que há bastante tempo para que as empresas se adequem à lei, que entra em vigor em agosto de 2020, mas há muito a ser feito, as empresas terão que conseguir comprovar que os dados recolhidos por ela foram obtidos com autorização do titular.

Nós da Gosoft Academia de Negócios abrimos uma nova turma para o curso “LGPD – O impacto na Administração de Condomínios” onde iremos abordar assunto ligados diretamente a nova lei e sanar dúvidas sobre como se adequar.

 

Você não pode perder!

Faça sua inscrição agora mesmo: https://www.eventbrite.com.br/e/lgpd-o-impacto-na-administracao-de-condominios-tickets-93495430349?fbclid=IwAR1RUgOtipvkpeVdyP_xKKhdkS5u1hrtsH-PJwKxk2LbGJSDU1AQP2OTfaU